‘O bom samaritano e a hospedaria’ é lançado em São Paulo

Aproximadamente 150 pessoas participaram do lançamento, realizado no próprio Arsenal da Esperança
Publicado em: 06/12/2017 - 15:00
Créditos: Redação

José Luiz Altieri Campos

Aconteceu em 24 de novembro o lançamento o livro “O bom samaritano e a hospedaria”, escrito pelo Padre Simone Bernardi, colaborador na Paróquia Nossa Senhora de Casaluce. A obra traça um paralelo entre a parábola bíblica e o papel do Arsenal da Esperança em São Paulo, instituição que acolhe 1.200 pessoas em situação de rua todos os dias.

Mais que um estudo teológico, o livro é o testemunho do Padre Simone como missionário do Arsenal da Esperança. A partir do episódio em que um ex-acolhido muçulmano, Adama Konate, acompanha um homem ferido, vítima de assalto, até o Arsenal, o autor propõe que se revisite o sentido de um Evangelho vivo, traçando um paralelo entre a pará bola do bom samaritano e a obra do Arsenal. O texto se completa com o relato de fatos comoventes e o depoimento de várias pessoas que vivem a experiência da parábola nessa casa. 

Aproximadamente 150 pessoas participaram do lançamento, realizado no próprio Arsenal da Esperança, entre as quais o Professor Sergio Ribaric, um dos orientadores do trabalho que deu origem ao livro; a cantora Ziza Fernandes; os alunos da Oficina Viva; além do próprio Adama Konate.

“Estiveram lá as pessoas que fazem o Arsenal acontecer, entre tantas outras. Desde as crianças do curso de judô, amigos que atravessaram a cidade para estar lá, voluntários e funcionários, até as pessoas acolhidas pela casa”, mencionou Padre Simone. “Muitas pessoas, diferentes entre si, e que se prestam a serem parte dessa ‘hospedaria’ que já recebeu mais de 56 mil pessoas desde a sua fundação”, complementou. 

Padre Simone Bernardi ingressou como missionário do Sermig – Fraternidade da Esperança em 2001, em Turim, na Itália. Em 2005, veio para o Brasil participar da coordenação e execução das atividades do Arsenal da Esperança, onde vive atualmente. Graduado em Serviço Social pela Università degli Studi di Torino (2001), em Filosofia pela Unifai (2011) e em Teologia pela Faculdade de São Bento (2013), foi ordenado sacerdote em 2015, sendo um dos primeiros três padres do Arsenal.